Notícias

Toneladas de solidariedade

28/08/2018 11:12:05

Quatro toneladas de alimentos. Esse foi o resultado da tarefa filantrópica dos XIV Jogos Internos 2018, um número que superou todas as expectativas e foi o maior entre todas as edições do evento. “Tudo isso mostra que o envolvimento dos alunos é muito maior do que apenas uma tarefa, pois representa um engajamento social de um trabalho cheio de energia e positividade”, destacou João Bosco, Adjunto de direção.

No total, as turmas do 6º Ano do Ensino Fundamental à 3ª Série do Ensino Médio, arrecadaram 4.091 quilos de alimentos não perecíveis, que foram distribuídos entre 10 instituições, beneficiando centenas de crianças, jovens e adultos. “A cada ano a minha felicidade aumenta. Esse ano tivemos a maior arrecadação de alimentos em uma edição dos Jogos, resultado de uma semente que plantamos. O objetivo aqui não é ganhar pontos, mas sim fazer, verdadeiramente, um trabalho social”, ressaltou Vieira Júnior, coordenador de Esportes.

João Guerra, representante da Casa do Pequenino, enfatizou a importância de atividades filantrópicas e elogiou o trabalho dos alunos do Colégio Módulo. “Esse engajamento é sensacional. Quero agradecer muito pela recepção calorosa e dizer que vocês foram perfeitos”, disse, durante a entrega dos alimentos com os alunos. A Casa do Pequenino atende atualmente 115 crianças.

O diretor do Same, Dilson Franco, também elogiou o engajamento dos alunos e a inciativa do Colégio, por meio do projeto Módulo Solidário. “Espero que essa ação seja permanente. É um exemplo que deve ser passado para todas as gerações”, registrou. O Same, conhecido também como Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição, atende 57 idosos, entre homens e mulheres.

Módulo Solidário

O Módulo Solidário foi formalizado durante a abertura oficial dos Jogos Internos 2016. “São dois anos de muito trabalho e realização. Foi um momento especial para concretizar essa ideia tão bonita e maravilhosa, em que todos puderam conhecer mais sobre o projeto”, colocou Bosco.

“O Módulo Solidário surgiu da ideia dos alunos do Colégio Módulo que perceberam a necessidade de promover ações que pudessem minimizar a dor, o sofrimento, a angústia e a incerteza de uma vida melhor por parte significativa de uma população menos favorecida”, destacou o Adjunto de direção.

De acordo com Bosco, o intuito é promover o compromisso social dos jovens alunos por meio da cooperação. “Cada ato solidário desse grupo proporcionará momentos de alegria, de crença e de esperança para todos os assistidos”, disse. Ele ainda fez uma referência à Declaração Universal dos Direitos Humanos para explicar a ideia do projeto. “O artigo 1º da Declaração é bem clara ao afirmar que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. E o que deve prevalecer é o espírito de fraternidade”, registrou.

As instituições beneficiadas em 2018 foram: Casa do Pequenino; Comunidade Palmares, localizada no município de Riachão do Dantas; Projeto Social Aprender Brincando; Same; Federação Espírita de Sergipe; Grupo Espírita Esperança e Fraternidade; Associação Lar Esmeralda; Lar Assistencial Cristo Consolador e Instituto Bom Samaritano.

Vídeos